Índia amamenta

Considero antiquado e defasado o discurso anti-imperialista. Não é a intenção. Mas temos importado do Grande Irmão Branco do Norte alguns costumes desagradáveis, incoerentes e que não tem absolutamente nada a ver com a cultura, aqui, dos primos pobres do sul.
Dercy Gonçalves na avenidaamaEntre estes costumes o consumismo exagerado, embalagens mega-super-enormes, a competitividade irracional, as manias de bullying e a sua versão cyber. Mas irrita muito um certo “recato” que tem ranço macartista.

Em uma cultura como a nossa, fruto da mistura da índia, que já andava pelada, mesmo, e, dizem, sem malícia mostrando os peitos. Com suas crias penduradas. Da negra que, cansada até de amamentar pretos e brancos, já nem usava nada, quantas gravuras de ama de leite de torso nu. E ainda a branca europeia, esta que não amamentava mais por preguiça do que por vergonha. Onde se encaixa neste contexto este pudor repentino em relação à amamentação?

Neste Brasil em que os homens reparam tanto nas bundas, imagino que porque peito já é até “lugar comum”, que mostra passistas desfilando seus peitos (até a Dercy, não é mesmo?) vêm dizer agora que as mães não podem amamentar?

Olha, ou alguém me explica ou, por favor, apaga a luz…

 

Marina

Tags

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.