Encarar os fatos é sempre o primeiro passo

Encarar os fatos é sempre o primeiro passo

E será que a gente tem que encarar o medo de frente? Acho que sim. O medo debilita, imobiliza. E é invisível, sorrateiro. Ele vem chegando, vai convencendo, vai tomando corpo e… záz! Pegou!

Não é recente a luta contra o medo. Mas é atual. Afinal, já dizia o poeta, são demais os perigos desta vida, e sempre foram. Vivemos das probabilidades de sucesso.

E como enfrentar o medo? Temos colocado fantasia nele. Desde sempre. Desde que há registros, há histórias de monstros, seres imaginários. Aparecem em todas as culturas. Estes seres são recorrentes, vem e vão. Veja um exemplo: o basilisco que aparece no Harry Potter, já foi citado por Plínio, o Velho, que viveu no ano 77, depois por Da Vinci e assim por diante.

E nós, que somos fãs da cultura popular, podemos citar muitos exemplos. Nos livros, nos filmes, HQ, cartoons… as referências são inúmeras. Claro que cada um tem seus monstrinhos do coração, os preferidinhos da mamãe (o zoiudinho Mike Azalski, conhece? Ou o sábio Yoda).

Toda criança tem uma história favorita ou um filme que reprisou milhares de vezes no DVD de casa

Toda criança tem uma história favorita ou um filme que reprisou milhares de vezes no DVD de casa

De alguma maneira, os monstros nos permitem dar forma ao medo que temos. Tornam o sentimento concreto e, portanto, mais fácil de lidar. Sentimo-nos mais potentes para lutar contra ele.  A fantasia completa, estimula e nos permite uma vida melhor.  Por isso, mamães, contem histórias para seus bebês. Com muitos monstros, seres fantásticos, príncipes e princesas, herois e heroínas. Feche seus olhos e tente lembrar das histórias que você ouviu, da voz de quem contou. Este será um prazer inigualável e inesquecível. Vale a pena investir sua energia neste contato com seus filhos.

Quanto mais monstros melhor! Espere só para ver os monstrinhos que a Marré deci vai trazer para você! Quem sabe não serão uma inspiração extra para você criar suas histórias?

Marina

Category
Tags

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.