Maternidade sem romance

Não nasci para ser mãe

Tem uma frase famosa da Simone de Beauvoir: “ninguém nasce mulher, torna-se”. No sentido de que há tantas nuances e tantos desafios em simplesmente ser mulher, que é preciso aprimorar, crescer, amadurecer. O que dizer da maternidade? Sabemos que não há paraíso nenhum onde que a gente possa padecer, mas sim um processo árduo, física Read more about Não nasci para ser mãe[…]

Semana Mundial de Aleitamento Materno – SMAM 2016

Este ano a SMAM – Semana Mundial de Aleitamento Materno está tratando da sustentabilidade. Nós vamos aproveitar este tema para falar do compartilhamento da responsabilidade. Afinal compartilhar é uma atitude sustentável. Sempre defendemos a amamentação. Mas sabemos que não é fácil. Não é só colocar o bebê no peito e pronto! Com exceção de algumas Read more about Semana Mundial de Aleitamento Materno – SMAM 2016[…]

Nós perguntamos e vocês responderam: olha no que deu

Lembram da pesquisa que mandamos? Lemos com carinho e atenção cada uma das respostas que recebemos. Cada dica, cada sugestão, vale ouro e analisamos todas elas! Agradecemos muito por terem nos dedicado esse tempo e respondido nossas perguntas. Nosso objetivo sempre foi fazer o melhor para ver vocês felizes com o nosso produto, com a Read more about Nós perguntamos e vocês responderam: olha no que deu[…]

homenagem ao dia das mães

Dia das mães – menos fantasia e mais empatia

Cresci vendo comerciais na TV exaltando os superpoderes maternos. A super capacidade de resignação das mães. Que elas aceitam tudo, superam tudo e amam acima de tudo. Aí… virei mãe. E tentei, com todas as forças, alcançar esses patamares e me enquadrar nesses esterótipos. Quase enlouqueci! E fui me dando conta de que (poxa!) somos Read more about Dia das mães – menos fantasia e mais empatia[…]

E por que moda não binária?

Escrevo este post porque eu fico muito, muito feliz quando encontro mais e mais pessoas lindas como vocês que entendem e compartilham desta motivação de construir um mundo mais igualitário e uma sociedade mais justa e tolerante. Desde sempre temos perseguido este objetivo, e vocês me fazer realmente achar que vale a pena. Quando colocamos Read more about E por que moda não binária?[…]

Tem novidade! Das boas!

Estão vendo as quatro mocinhas aí da foto? São a Carla e suas três filhas, Luisa (11), Marina (9) e Isabela (7). A Carla é uma amiga de tempo. Bastante tempo! Daquelas que, por mais que o tempo passe, parece que faz dez minutos que vocês conversaram da última vez. Sabe como é? Quando nos Read more about Tem novidade! Das boas![…]

As memórias que criamos

De todas as memórias que temos, as mais apreciadas são as brincadeiras. Em nossas conversas de família é assunto recorrente: “lembra que a gente colocava o plástico no chão com água e sabão e escorregava?”, “lembra que a gente colocava roupa no cachorro?”, “lembra que a gente cortou o shorts do pijama para passar o Read more about As memórias que criamos[…]

Imagine a paz ou Mix de dia da árvore, Rock’n’roll e primavera [repost]

E hoje é dia da árvore. Só que todo mundo só fala em rock, afinal Rock in Rio rolando a toda, nem tem como evitar. Resolvemos juntar tudo isto e mais a nossa vontade de que o futuro seja muito, muito melhor. Achamos que repostar este texto  envolveria tudo. Certo? Árvore, Yoko Ono e desejos Read more about Imagine a paz ou Mix de dia da árvore, Rock’n’roll e primavera [repost][…]

Mãe, morra!

Estou sendo assassinada. Lenta e tragicamente torturada e assassinada. Não, não há nada que você possa fazer para me socorrer. Não há saída. Estou chegando ao fim. Mas, a grande tragédia é que estamos todas. Não se iluda. Você também! E morremos felizes, o que é um alento, afinal de contas. Esta morte é demorada e Read more about Mãe, morra![…]

Homenagem da marré deci às mães do mundo real

O lado B da maternidade – mãe é gente

Toda a cria acha que a mãe sabe. Sabe onde está a meia, sabe o que fazer para resolver os problemas, sabe como curar dor de garganta e dor de amor. Nenhuma cria admite. Não… a cria diz que sabe o que faz, que tem condições de administrar. Desde bem pequena. Dá seus passos, ousa, experimenta limites. Read more about O lado B da maternidade – mãe é gente[…]