Maternidade sem romance

Não nasci para ser mãe

Tem uma frase famosa da Simone de Beauvoir: “ninguém nasce mulher, torna-se”. No sentido de que há tantas nuances e tantos desafios em simplesmente ser mulher, que é preciso aprimorar, crescer, amadurecer. O que dizer da maternidade? Sabemos que não há paraíso nenhum onde que a gente possa padecer, mas sim um processo árduo, física Read more about Não nasci para ser mãe[…]

Semana Mundial de Aleitamento Materno – SMAM 2016

Este ano a SMAM – Semana Mundial de Aleitamento Materno está tratando da sustentabilidade. Nós vamos aproveitar este tema para falar do compartilhamento da responsabilidade. Afinal compartilhar é uma atitude sustentável. Sempre defendemos a amamentação. Mas sabemos que não é fácil. Não é só colocar o bebê no peito e pronto! Com exceção de algumas Read more about Semana Mundial de Aleitamento Materno – SMAM 2016[…]

Slingueira de raiz

    A Marina já me apresentou em outro post aqui no blog, certo? Agora é minha vez! Como a Marina já falou anteriormente, tenho 3 filhas (fantásticas, hehe). Cada uma delas me trouxe aprendizados diferentes e novos olhares para o mundo. Mas a primeira filha é  sempre aquela que abre um portal que nos lança Read more about Slingueira de raiz[…]

E por que moda não binária?

Escrevo este post porque eu fico muito, muito feliz quando encontro mais e mais pessoas lindas como vocês que entendem e compartilham desta motivação de construir um mundo mais igualitário e uma sociedade mais justa e tolerante. Desde sempre temos perseguido este objetivo, e vocês me fazer realmente achar que vale a pena. Quando colocamos Read more about E por que moda não binária?[…]

Tem novidade! Das boas!

Estão vendo as quatro mocinhas aí da foto? São a Carla e suas três filhas, Luisa (11), Marina (9) e Isabela (7). A Carla é uma amiga de tempo. Bastante tempo! Daquelas que, por mais que o tempo passe, parece que faz dez minutos que vocês conversaram da última vez. Sabe como é? Quando nos Read more about Tem novidade! Das boas![…]

As memórias que criamos

De todas as memórias que temos, as mais apreciadas são as brincadeiras. Em nossas conversas de família é assunto recorrente: “lembra que a gente colocava o plástico no chão com água e sabão e escorregava?”, “lembra que a gente colocava roupa no cachorro?”, “lembra que a gente cortou o shorts do pijama para passar o Read more about As memórias que criamos[…]

Mãe, morra!

Estou sendo assassinada. Lenta e tragicamente torturada e assassinada. Não, não há nada que você possa fazer para me socorrer. Não há saída. Estou chegando ao fim. Mas, a grande tragédia é que estamos todas. Não se iluda. Você também! E morremos felizes, o que é um alento, afinal de contas. Esta morte é demorada e Read more about Mãe, morra![…]

2015 – Aqui vamos nós!

  Nem sempre a vida é como a gente quer. Mas ela vem sempre cheia de oportunidades. Ela nos desafia, nos tira da zona de conforto. Há momentos em que isto nos deixa tristes, deprimidos. Às vezes temos medo de enfrentar, temos que buscar coragem e nem sabíamos que era tanta a que tínhamos. Não Read more about 2015 – Aqui vamos nós![…]

Árvores em BH [Atualizado]

Lembra que apoiamos o plantio de árvores no pé da Serra do Gandarela? Veja o que aconteceu e participe também! É muito fácil ajudar esta causa! *Por Thais Alessandra do Coletivo Cirandar Em maio de 2014, Marre Deci  semeou um post sobre a campanha “Plante Uma Árvore”. Na época, a campanha estava em sua 3a. fase, Read more about Árvores em BH [Atualizado][…]

Sobre a língua portuguesa e muito negra

O texto que segue é de Gilberto Freyre em Casa-Grande e Senzala. O texto segue porque devíamos segui-lo. Devíamos imitar nossa língua, chamada portuguesa, mas como nós tão brasileira. Como nós, brasileiros, tão aberta às novidades e às influências. Uma língua sem preconceitos e de personalidade forte. Que se mescla e funde e ressurge em algo Read more about Sobre a língua portuguesa e muito negra[…]