Hoje damos início a uma nova coluna no blog: às terças teremos um especialista conversando conosco e hoje, dia do fotógrafo, nosso especialista é Victor Rodrigues. Ele nos dá algumas dicas sobre como fotografar nossos bebês. Para conhecer melhor o trabalho dele visite o site e a página do Facebook. Vocês vão gostar. Com a palavra, Victor Rodrigues:

Fiquei muito lisonjeado de receber o convite da Marina para escrever o post de estréia de sua nova coluna no blog. E hoje sendo dia do fotógrafo, o assunto não poderia ser melhor, fotografia.

Muitas pessoas se perguntam se é possível elas mesmas fazerem fotos bacanas de seus recém-nascidos, como aquelas de fotógrafos de Newborn, com o bebê dormindo em poses quase adultas, que são a febre do momento aqui no Brasil, com suas próprias câmeras e no aconchego de seus lares. E a resposta é… dá para tentar! Se tiver uma boa dose de paciência e tranquilidade para manipular estes anjinhos, dá para chegar num resultado legal. Mas como? Você pergunta. É bem aqui que posso ajudar dando algumas dicas.

Os recém-nascidos dormem muito até os primeiros 30 dias, e ainda não sofrem de cólicas ou alergias que podem deixá-los irritados de repente, por isso este é o melhor período para fotografar. Mas também não vá chegar a qualquer hora e pronto, vamos lá. Não! É melhor dar um banho no bebê, amamentá-lo e, aí sim! Vai dar aquele soninho bem duradouro para você poder fotografar.

Não descuide da temperatura do ambiente. Se estiver frio não abra mão de usar um aquecedor. De maneira geral quando você está quase suando é porque está bem gostoso para o recém-nascido.

Quando já estiver dormindo, bem confortável, é a hora de arrumar a pose. Use e abuse de mantas e acessórios como gorros e fitas. Você pode mexer nos bracinhos, perninhas e provavelmente não irá acorla-lo. É quase como brincar com um bonequinho bem maleável. Poses como as duas mãos sob o queixo, apoiado nos cotovelos, ou dormindo sobre as duas mãozinhas ficam bem legais. Mas tome sempre muito cuidado para não fazer movimentos muito amplos que causem dores nas articulações dos pequenos pois, apesar de não parecerem, são de carne e osso como nós.

Procure também uma iluminação bonita. A luz que entra pela janela é muito boa e suave, principalmente em dias nublados, e combina perfeitamente com o tema. Não use a luz direta do sol, pois esta não é nada suave, além de agredir a pele do bebê. Acerte o modo de cena da sua câmera e capriche no foco.

Depois da foto feita você pode até melhorá-la em programas de edição, ajustando exposição, brilho e contraste, ou até mesmo usando algum filtro de aplicativos como o Instagram, entregando um pouco mais de estilo, mas cuidado para não errar a mão e exagerar.

Fazendo assim você pode conseguir uma imagem bem bonita e bacana do seu recém-nascido. Mas se quiser aquele algo especial, de fazer o queixo cair, ou se simplesmente se não tiver as manhas, confie o trabalho a um profissional, e não irá se arrepender.

Category
Tags

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.