Bicicleta

As bicicletas fazem parte da história de cada um de nós. Exercem um fascínio. Todos temos alguma lembrança com elas, um tombo terrível, um passeio inesquecível. Como foi difícil, ou fácil, para aprender a se equilibrar e sair pedalando, sentindo o vento no rosto.

Para alguns é exercício, para outros é diversão. Pode ser meio de transporte, fonte de renda. De uma forma ou de outra, todos nós, em algum momento de nossas vidas, andamos de bicicleta.

Tem tantas coisas boas na bicicleta que é até difícil enumerar! Ela é tão importante que as Nações Unidas escolheu o dia 03 de junho como Dia Mundial da Bicicleta.

É um veículo sustentável, de emissão zero, o meio de transporte mais utilizado no mundo. E demanda vários ensinamentos. É preciso equilíbrio para se sustentar nas duas rodas, é preciso respeito para trafegar em meio aos outros veículos mais robustos (respeito dos mais robustos em relação às bicicletas). Força para pedalar.

A gente vai crescendo e elas vão crescendo conosco. Primeiro o triciclo, e o desafio é aprender a coordenação de pedaladas. Primeiro impulsionamos com os pés, até que um dia aprendemos. Depois vem as rodinhas, e finalmente estamos prontos. Percorremos toda uma jornada de desenvolvimento de habilidades motoras. Sem falar no exercício de autocontrole quando estamos ensinando para as crias a arte do equilíbrio em duas rodas. Eu, particularmente, sempre considerei um momento especial no crescimento das minhas filhas: “pronto. Aprendeu a andar de bicicleta.” Tem que ter paciência, controle de ansiedade, pernas e muitas, muitas costas…

As bicicletas, por sua vez, claro que evoluem também. Esta da estampa que lançamos em 2011 foi a primeira a ser chamada de bicicleta. Surgiu na Inglaterra dos anos 1800, com o apelido de Penny-Farthing, que são duas moedas britânicas de tamanhos diferentes, por causa da diferença no tamanho das rodas. A Penny-Farthing não tem corrente. O sistema é mais parecido com o do triciclo e a segurança é pouca.

Bicicletas
Como subir em uma Penny-farthing

Hoje elas têm recursos tecnológicos, são produzidas com materiais leves e resistentes. No vídeo abaixo, alguns exemplos de bicicletas modernas, tecnológicas, práticas e para nós, que nos preocupamos com as crias, a partir de 4:30min, uma solução muito bacana!

Bicicletas modernas

Assim como nós evoluímos e nos desafiamos na conquista das habilidades para andar de bicicleta, elas próprias seguem evoluindo, ficando cada vez mais eficientes para atender as nossas necessidades. E até os bodies da Marré deci seguem evoluindo! Veja todos aqui!

Category
Tags

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.