Histórias em quadrinhos

Quem nunca quis ter um coelhinho azul encardido ou comer uma melancia inteirinha sozinha é poser. Toda criança já leu ou vai ler histórias em quadrinhos. Aqui em casa as que mais faziam sucesso eram as da Turma da Mônica. Você deve concordar comigo que o Mauricio é demais. Eu e minhas irmãs tínhamos pilhas e mais pilhas dos gibizinhos e nos dias de faxina era uma briga pra conseguir manter o máximo de historinhas que conseguíssemos. Tem dias que bate aquela saudade da turminha e a gente relembra algumas das histórias que mais nos marcaram.

Hoje, dia 30 de janeiro, comemora-se nacionalmente o dia da história em quadrinhos. Há exatos 144 anos o gênio Angelo Agostini publica na revista “Vida Fluminense” a primeira história em quadrinhos brasileira: “Nhô-Quim, ou Impressões de uma Viagem à Corte”.

Angelo Agostini foi um dos primeiros artistas de quadrinho do mundo. Cartunista, ilustrador, caricaturista e principalmente crítico, ele se envolveu em grandes causas da época, satirizando fatos de seu dia-a-dia, como a guerra do Paraguai, a abolição da escravatura, a campanha de recrutamento de Duque de Caxias …

Veja abaixo As aventuras de Nhô-Quim ou Impressões de uma Viagem à Corte, considerada a primeira história em quadrinhos brasileira e uma das mais antigas do mundo!

Lembro até hoje de quando ganhei meu Sansão. Foi só alegria.

Tags

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.